Da Redação (Brasília) – O índice de reajuste para os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com valor acima do salário mínimo será de 6,20%. A portaria dos ministérios da Fazenda e Previdência Social com os índices de reajustes destes benefícios e a nova tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso foi republicada na seção I  do Diário Oficial da União, desta sexta-feira (11). Os dados foram atualizados ao INPC medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2012. O teto da Previdência Social para 2013 é de R$ 4.159,00. (mais…)

Da Redação (Brasília) – O índice de reajuste para os benefícios com valor acima do salário mínimo será de 6,20%, conforme o INPC anunciado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta quinta-feira (10).  Portaria dos ministérios da Fazenda e Previdência Social com os índices de reajustes destes benefícios e a nova tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso será republicada, nesta sexta-feira (11), atualizando os valores.  O novo teto da Previdência Social será de 4.159,00.

 Com a correção do índice de 6,15% para 6,20%, os 9,2 milhões de benefícios acima do piso previdenciário representarão impacto líquido de R$ 9,2 bilhões. Já o novo salário mínimo, R$ 678, atinge a 20 milhões de benefícios e representa impacto líquido de R$ 10,7 bilhões nos benefícios do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2013. (Camilla Andrade e Rafael Toscano)

 

 

Tabela de contribuição dos segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador
avulso, para pagamento de remuneração

a partir de 1º de Janeiro de 2013

Salário-de-contribuição (R$)

Alíquota para fins de recolhimento

ao INSS (%)

até R$ 1.247,11

8,00

de R$ 1.247,12 a R$ 2.078,52

9,00

de R$ 2.078,53 até R$ 4.157,05

11,00

(mais…)