O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prossegue nesta segunda-feira (28) com os depósitos da folha de maio para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 2, desconsiderando-se o dígito. Os aposentados e pensionistas que recebem acima do piso previdenciário terão seus benefícios creditados a partir do próximo dia 1º de junho.

O calendário de pagamento mensal do INSS tem início, geralmente, nos últimos cinco dias úteis do mês e continua nos cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. Os depósitos começam a ser liberados para os segurados que recebem até o piso previdenciário. Para quem recebe acima do mínimo os depósitos começam no início do mês.

Confira aqui o cronograma de pagamento deste mês.

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia os depósitos da folha de maio com o pagamento dos segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito. Os aposentados e pensionistas que recebem acima do mínimo terão seus benefícios creditados a partir do próximo dia 1º de junho.

O calendário de pagamentos da folha de maio segue até o dia 8 de junho. Qualquer dúvida em relação às datas  pode ser esclarecida por meio da Central 135.

Cronograma -  O calendário de pagamento mensal do INSS tem início, geralmente, nos últimos cinco dias úteis do mês e continua nos cinco primeiros dias úteis do mês seguinte. Os depósitos começam a ser liberados para os segurados que recebem até o piso (um salário mínimo). Para quem recebe acima do mínimo os depósitos começam no início do mês. (Ligia Borges)

Veja aqui a tabela de pagamento de 2012.

 

 

O calendário de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será interrompido nesta sexta-feira (6) em função do feriado da Semana Santa. Os segurados que recebem benefícios com final do cartão 5 e 0 terão o pagamento creditado na próxima segunda-feira (9), quando o INSS finaliza os depósitos de março.

A folha de pagamento de benefícios de março do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá pagar, até esta segunda-feira, a 29.204.988 (R$ 23.548.172.063,49) benefícios, sendo 20.596.111 urbanos (R$ 18.741.385.663,14) e 8.608.877 rurais (R$ 4.806.786.400,35). (mais…)

A folha de pagamento de benefícios de março do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá pagar, até o dia 9 de abril próximo, a 29.204.988 (R$ 23.548.172.063,49) benefícios, sendo 20.596.111 urbanos (R$ 18.741.385.663,14) e 8.608.877 rurais (R$ 4.806.786.400,35).

Nesta segunda-feira (2), o INSS iniciou os depósitos da folha de março para os segurados que recebem acima do mínimo e possuem cartão com final 1 e 6, desconsiderando-se o dígito. Também recebem hoje aqueles que ganham até um salário mínimo e têm cartão com final 6. (mais…)

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia os depósitos da folha de março para os segurados que recebem acima do mínimo a partir desta segunda-feira (2). Nesta data, o pagamento estará disponível para os segurados que possuem cartão com final 1 e 6, desconsiderando-se o dígito.

O INSS continua também a sequência de pagamentos para quem recebe até um salário mínimo. Quem tem cartão com final 6, desconsiderando-se o dígito terá seu benefício liberado na segunda.

Na sexta-feira (6), o calendário será interrompido devido ao feriado.  O depósito para aqueles que recebem benefícios com final 5 e 0 ocorrerá  na segunda-feira(9), quando o INSS finaliza os depósitos da folha de março.

Qualquer dúvida em relação às datas de pagamento pode ser esclarecida por meio da Central 135. Confira na tabela abaixo as datas de pagamento da folha de março.

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia o pagamento da folha de março nesta segunda-feira (26). Nesta data, recebem os segurados com benefícios até o salário mínimo que possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito.

O INSS deposita o pagamento da folha de março para mais de 29 milhões de segurados até o dia 9 de abril. Os beneficiários que recebem acima do piso previdenciário têm seus depósitos a partir do dia 2 de abril.

O calendário de pagamentos do INSS pode ser acessado no site da Previdência Social, na Agência Eletrônica de Serviço ao Segurado, na Tabela de Pagamento de Benefícios 2012. Em caso de dúvida quanto ao cronograma, basta ligar para a Central 135.

 

Os empreendedores individuais que não recolheram as contribuições relativas a fevereiro até ontem (20) pagam juros e multa a partir de hoje.  A multa é de 0,33% por dia de atraso, limitada a 20%, e os juros são calculados com base na taxa Selic, sendo que para o primeiro mês de atraso os juros são de 1%.

Após o vencimento deve ser gerado novo Documento de Arrecadação Simplificado (DAS) no Portal do Empreendedor (http://www.portaldoempreendedor.gov.br). A guia já vem com os valores da multa e dos juros. O empreendedor não precisa fazer cálculos e a emissão da fatura é grátis.

Imposto de Renda – O empreendedor individual deve apresentar à Receita Federal a Declaração Simplificada do Simples Nacional (DASN-SIMEI) até o dia 31 de maio de 2012. A declaração deve ser feita no Portal do Empreendedor.

Para o empreendedor se formalizar e, assim, conseguir o CNPJ e os demais benefícios, o único custo é o pagamento mensal de R$ 31,10 (INSS), R$ 5,00 (Prestadores de Serviço) e R$ 1,00 (Comércio e Indústria) por meio de carnê emitido no Portal do Empreendedor. (Ascom/MPS)

Os beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem ou residem em Rio Branco e Brasiléia – municípios do Acre que estão em situação de calamidade pública, reconhecida pelo governo federal, devido às enchentes – vão poder solicitar o adiantamento de uma renda mensal no período de 19 de março a 17 de maio.

Mais de 38 mil segurados têm condições de usufruir da medida. Eles podem fazer a opção pelo adiantamento de renda junto aos bancos ou nos correspondentes bancários. Não é necessário ir a uma Agência da Previdência Social (APS), basta formalizar a opção no banco em que recebe o pagamento.

O segurado pode parcelar a devolução do adiantamento em até 36 parcelas mensais, sem atualização monetária ou juros.  Os descontos começam a ser realizados na folha de pagamento a partir do terceiro mês seguinte ao da antecipação. (mais…)

Os contribuintes individuais, facultativos e empregadores domésticos têm até esta quinta-feira (15) para pagar a contribuição previdenciária referente à competência fevereiro. Após esta data, as contribuições vencidas serão cobradas com multa diária de 0,33%, regida pela taxa Selic mensal.

Quem recolhe sobre o salário mínimo (R$ 622) deve pagar R$ 124,40 referentes à alíquota de 20%. No caso dos empregados domésticos, 12% se referem à contribuição do empregador e 8% à do trabalhador. Para os contribuintes que optaram pelo plano simplificado de contribuição previdenciária, a alíquota é de 11% sobre o salário mínimo, o que significa uma contribuição de R$ 68,42.

Para aqueles que recolhem acima do mínimo, os percentuais são de 8% para os que ganham até R$ 1.174,86; de 9% para quem ganha entre R$ 1.174,87 e R$ 1.958,10; e de 11% para os que ganham entre R$ 1.958,11 e R$ 3.916,20. A alíquota do empregador é sempre de 12% em todas as três faixas.

Alíquota de 5% – As donas de casa de famílias de baixa renda (ou donos de casa) e o empreendedor individual que contribuem com a alíquota de contribuição previdenciária de 5% sobre o salário mínimo recolhem o valor de R$ 31,10.

O prazo para o recolhimento da contribuição das donas de casa também termina nesta quinta (15). Já o prazo para o recolhimento das contribuições do empreendedor individual é até o dia 20 de cada mês. (Ascom/MPS)

 

O INSS deposita, a partir desta quinta-feira (23), o pagamento de fevereiro dos segurados que recebem até 1 salário mínimo e possuem cartão com final 1, sem contar com o dígito.

Para quem recebe benefícios acima do salário mínimo, o pagamento será feito a partir de 1º de março. Nesta data, o INSS faz o pagamento daqueles que possuem cartão com final 1 e 6.

Até o dia 7 de março, serão depositados 29 milhões de benefícios em todo Brasil. Se você tem dúvidas em relação ao calendário de pagamento, basta ligar na Central 135.

Clique aqui para ver as datas de pagamento da folha de fevereiro.