Segurada Leda recebe instrumento de trabalhoCE

Um veículo se aproxima para fazer uma entrega na casa de  Lêda Maria Barbosa Ferreira, em Caucaia, no Ceará. Ela afasta os móveis da casa e abre

Segurada Lêda Maria Barbosa Ferreira participou do Programa de Reabilitação Profissional do INSS. Foto: Divulgação ACS/CE

espaço para acomodar um freezer, que será peça importante para sua nova atividade de trabalho. Após participação no Programa de Reabilitação Profissional do INSS, a auxiliar de professora vai prover o sustento da família por meio da venda de lanches, e para isso recebeu do instituto o novo instrumento de trabalho.

Aos 48 anos de idade, Lêda vinha sofrendo há dois anos com uma lombalgia que dificultou sua rotina de trabalho num Centro de Educação Infantil, levando ao requerimento de um auxílio-doença. “Acredito que a causa desse problema tenha sido a função que ela exercia no local. Por tratar de crianças, ela se abaixava muito, os móveis eram baixinhos…”, relata a orientadora profissional Vera Sampaio, da Agência da Previdência Social Fortaleza-Centro. Outros fatores atenuaram o problema, como uma tendinite e o longo percurso até o local de trabalho. “Eu pegava quatro ônibus pra ir pra escolinha. Não tenho mais condições pra voltar pra lá”, conta Lêda sobre sua rotina dos últimos doze anos.

Sob a orientação do Programa de Reabilitação Profissional, ela vislumbrou possibilidades de exercer outros ofícios. Participou de um curso sobre como iniciar um empreendimento comercial e aprendeu informática. Na nova empreitada, pesou a experiência que teve durante um curto período em que vendeu lanches na rua, e a história bem sucedida de um irmão que trabalha no ramo. “Antes de trabalhar na escola, eu tive uma barraca de bolos, salgados, refrigerantes. Era só à noite, mas era um complemento pra renda quando eu estudava”, conta. (mais…)

INSS leva atendimento previdenciário à calha do Rio Purus. Foto: Maria do Carmo de Castro/AM

Cinco comunidades ribeirinhas do Estado do Amazonas recebem atendimento previdenciário entre sexta-feira (21) e o dia 29 de agosto. Esta missão conjunta do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e da Marinha do Brasil irá beneficiar os habitantes das localidades Fazenda Braga, Itapuru, Arumã, Cuanã, Surara. Também será contemplada a sede de município de Beruri, a 173 quilômetros de Manaus.

Esta é mais uma etapa do cronograma de missões conjuntas com a Marinha do Brasil. A ação será realizada a bordo do navio de assistência hospitalar Oswaldo Cruz, subordinado ao Comando da Flotilha do Amazonas. A coordenação é do comandante José Duarte.

Os técnicos do Seguro Social embarcam nesta quinta-feira (20), para levar atendimento previdenciário à calha do Rio Purus. Segundo explicou o gerente-executivo do INSS em Manaus, Clizares Santana, esta é a primeira missão deste ano e é objeto do Termo de Cooperação Técnica firmado entre o INSS e a Marinha. (mais…)

Cidadãos de Porteirinha, norte de Minas, recebem Agência da Previdência Social. Foto: ACS/MG

O INSS inaugurou mais uma Agência da Previdência Social, no norte de Minas, em Porteirinha na quinta-feira (23).  A Agência vai atender também os cidadãos dos municípios de Pai Pedro e Serranópolis de Minas, beneficiando uma população de 50 mil habitantes. A previsão é que cerca de 800 atendimentos sejam realizados por mês. A Agência da Previdência Social Porteirinha está localizada na Av. José Silveira  Lopes, 303 – Vila Serranópolis e o horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

A nova unidade integra o Plano de Expansão da Rede de Atendimento da Previdência Social (PEX), que prevê a inauguração de agências em cidades com mais de 20 mil habitantes.  As unidades do PEX são padronizadas, com área construída de 330 m2. Possuem dispositivos de segurança, acessibilidade para idosos e pessoas portadoras de necessidades especiais, além de modernos equipamentos de informática. (mais…)

 

Alexsandro Sell e Renata Faria comemoram o retorno do segurado ao mercado de trabalho. Foto: ACS/MG

Alexsandro Sell, aos 41 anos, comemora a realocação no mercado de trabalho e ressalta a importância da Reabilitação Profissional em sua vida. Alexsandro sofreu um acidente de trabalho que o incapacitou de atuar como açougueiro, em 2008. Após dois anos em auxílio-doença, a avaliação pericial constatou a impossibilidade de retorno às atividades que desenvolvia e o segurado foi encaminhado para o Programa de Reabilitação Profissional, em Juiz de Fora.

“Recebi total apoio e o programa me ajudou a superar até uma grave depressão. Então, aproveitei todas as oportunidades que a Previdência me deu para retornar ao mercado de trabalho”, registrou Alexsandro quando voltou ao INSS para efetuar a primeira pesquisa de fixação. Ele explica que participar do Programa foi uma grande oportunidade, pois foi por meio da Reabilitação que conseguiu uma nova oportunidade profissional, afinal só sabia até então, a profissão de açougueiro. (mais…)

Com novo emprego, Adriano pretende contribuir para aposentadoria no futuro. Foto: ACS/CE

O começo em um novo local de trabalho é um período de desafios e descobertas. Para Adriano José de Melo, de 47 anos, a sua contratação por uma escola em Fortaleza (CE) marca também seu retorno ao mercado de trabalho, após acidente que diminuiu os movimentos de um braço. “Voltei à condição de empregado porque queria muito”, conta Adriano, após concluir o Programa de Reabilitação Profissional do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Aproveitar as oportunidades e manter-se produtivo sempre foi uma característica determinante na trajetória de Adriano, desde a primeira contribuição para a Previdência Social, aos 19 anos. Quando surgiu o primeiro contrato de trabalho não havia concluído o colegial, mas fez um curso supletivo para assumir uma vaga como cobrador de ônibus. Depois foi zelador e porteiro de condomínio. (mais…)

Alexsandro faz Administração por orientação da Reabilitação Profissional do INSS. Foto: Cláudio Severo - INSS/MS

A vida do porteiro Alexsandro Barbosa do Nascimento, de 29 anos, deu uma virada de 360 graus. Um acidente de moto ocorrido em Campo Grande (MS), há cinco anos, após sair de uma festa com amigos, transformou seu dia-a-dia e hoje ele é um campeão de basquete em cadeira de rodas.  Como segurado da Previdência Social, Alexsandro foi inserido no Programa de Reabilitação Profissional da Gerência Executiva do INSS em Campo Grande. Hoje está cursando Administração e pronto para entrar no mercado de trabalho.

No acidente, ele teve paralisação da parte inferior do corpo, o que comprometeu os movimentos das duas pernas. Segundo a servidora do INSS, Simone Andréa da Cunha  “Ele mesmo demonstrou grande potencial para retornar ao mercado de trabalho e nos fez a solicitação de uma cadeira adaptada, pois além de querer retornar ao trabalho, atua na equipe de basquete sobre rodas da cidade”, relata Cunha. (mais…)

Médicos podem se inscrever, até sexta-feira (24), para vagas temporárias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nos estados do Mato Grosso e Rondônia. Os médicos poderão optar por realizar a perícia em clínicas ou consultórios particulares, nas localidades para onde forem contratados, desde que autorizados pelo gerente-executivo, que analisará a conveniência para o INSS.

Rondônia – Em Rondônia, as vagas de perito médico são para Porto Velho, Vilhena, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Pimenta Bueno e Rolim de Moura. As inscrições podem ser feitas, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no edifício sede da Gerência Executiva, situada à Rua Campos Sales, nº 3132, Bairro Olaria, Porto Velho (RO). (mais…)

Servidores do INSS visitam aldeias no Vale do Javari (AM). Foto: Divulgação/INSS

Um grupo de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi até o Vale do Javari, localizado no extremo Oeste do estado do Amazonas, na fronteira com o Peru, para acompanhar os moradores de uma das maiores reservas indígenas do Brasil e uma das regiões com maior concentração de grupos ainda não contatados da Amazônia e do mundo.

No local, a equipe do INSS realizou 147 atendimentos. Deste total, 80 solicitações foram de salário-maternidade, três de aposentadoria e uma de pensão. Também foram elaborados três cadastros para o benefício ao deficiente da Lei Orgânica da Assistência Social (Loas), 19 cadastros para o auxílio-doença, sete orientações sobre aposentadoria e outros 34 atendimentos sobre assuntos diversos.

O mutirão de visita dos servidores do INSS fez parte das ações de Promoção dos Direitos Sociais Indígenas desenvolvidas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) entre os dias 17 de março e 3 de abril. Foram beneficiadas as aldeias Lobo, São Meireles, Soles, Cruzeirinho e Aldeia 31, além da comunidade Palmeiras.

Os indígenas que produzem em regime de economia familiar são considerados pelo INSS como segurados especiais. Fazem parte desse grupo os agricultores que produzem em regime de economia familiar, os pescadores artesanais e os indígenas que trabalham no campo, além de cônjuges, companheiros e filhos maiores de 16 anos, desde que trabalhem com o grupo familiar. (mais…)

A pescadora de camarão, Caroline Dias da Silva, compareceu a uma Agência da Previdência Social para solicitar o seguro defeso. Foto: Divulgação INSS

A Gerência Executiva do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Rio de Janeiro realizou o seu primeiro atendimento do seguro defeso, benefício concedido ao pescador artesanal durante o período de defeso da atividade pesqueira, quando  é proibida a pesca de algumas espécies para preservação. O seguro foi concedido no último dia 15 para a pescadora de camarão, Caroline Dias da Silva.

A pescadora  procurou uma Agência da Previdência Social  no Rio de Janeiro e apresentou os documentos necessários à entrada do benefício .  Apesar de a atividade da pesca ser desempenha por Caroline no município de Vera Cruz, na Bahia,  a segurada  que está no Rio de Janeiro para acompanhar o tratamento de saúde da irmã pôde solicitar o defeso neste estado porque não existe restrição em relação à localidade para o atendimento previdenciário.

Os servidores do INSS que já estão capacitados para este tipo de atendimento se preparam para receber a solicitação de outros defesos, como, por exemplo, o da sardinha que acontece, no Rio de Janeiro,  de 15 de junho a 31 de julho. (mais…)

Segurada é aposentada no dia do seu aniversário de 60 anos

Dia 17 de abril de 2015. Essa data vai ficar gravada na memória da aposentada Maria Izilda de Souza Reis por um bom motivo. Ao completar 60 anos de idade, foi atendida pelo INSS em Belo Horizonte pela manhã e já saiu aposentada. A concessão de sua aposentadoria por idade no dia do seu aniversário foi uma surpresa, porque  Izilda de Souza tinha o agendamento marcado para o mês de  junho.

Coincidência ou não, ela foi incluída no trabalho desenvolvido pelas equipes da Gerência Executiva de Belo Horizonte, de otimizar o agendamento nas unidades para prestar um atendimento mais ágil e de qualidade ao cidadão.

Com aproximadamente 18 anos de contribuição previdenciária, o recebimento do benefício traz outros marcos para a faxineira, que criou os três filhos trabalhando como diarista e empregada em empresas de conservação e limpeza. “Quando perdi um filho de 17 anos, fiquei muito aborrecida e larguei o emprego fixo. E mesmo como diarista, fui orientada a continuar contribuindo”, relembra Izilda, ao afirmar que sabia que essa atitude seria fundamental para garantir seu futuro. (mais…)