O sistema de recursos eletrônicos da Previdência Social, o e-Recursos, atingiu, em maio, a marca de 100 mil processos. A maioria (54 mil) já foi julgada. De acordo com dados do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), em 20% dos casos, a Junta de Recursos reconheceu o direito dos segurados.

Das mais de 1200 Agências da Previdência espalhadas pelo Brasil, a maior parte (829) já utiliza o e-Recursos para atender os segurados. A expectativa é de que até o fim de junho todas as agências do INSS estejam conectadas ao sistema.

O presidente do CRPS, Manuel Dantas, comemora a marca: "Significa a consolidação do processo eletrônico no MPS e um desafio para todos de trabalharmos para que o segurado da previdência social tenha uma resposta rápida". Foto: Nicolas Gomes

O e-Recursos permite que o cidadão que entre com um recurso administrativo contra uma decisão do INSS tenha seu pedido julgado em menos tempo. Desde que a digitalização dos processos começou a ser implantada no país, a média de julgamento do CRPS caiu para 45 dias. Em breve, também será possível solicitar o recurso pela internet, sem necessidade de o segurado se dirigir a uma unidade da Previdência.

Para o presidente do CRPS, Manuel Dantas, os números refletem um avanço, no que diz respeito ao pós-atendimento aos segurados. “Esta marca significa consolidação do processo eletrônico no âmbito do Ministério da Previdência Social e um desafio para todos nós no sentido de trabalharmos para que o segurado da previdência social tenha uma resposta rápida, já que a principal vantagem do sistema é a exatamente a rapidez na tramitação processual”, comemora. (mais…)

O Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS) conseguiu, em um ano, julgar 90% dos processos do E-recursos, o novo sistema de recursos eletrônicos da Previdência Social. O sistema é responsável pela digitalização e tramitação eletrônica dos recursos administrativos dos cidadãos contra decisões do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A implantação do E-recursos permitiu que a média de julgamentos do CRPS caísse para 45 dias, em 2012.

Só neste ano, foram protocolados 32.786 processos por meio do novo sistema, desses 29.190 já estão julgados. Em 17% dos casos o CRPS reviu a decisão do INSS, em favor do segurado, como na decisão do Conselho que concedeu pela primeira vez – fora da esfera judicial – o benefício de salário-maternidade para um homem que adotou uma criança.

O principal objetivo da implantação do E-Recursos é economizar tempo e dinheiro dos segurados e também da Previdência. Até a implantação do novo sistema, todo o processo de recursos da Previdência Social era físico e manual, e consequentemente, mais demorado e caro. No entanto, quando o E-Recursos estiver em funcionamento em todo o Brasil, o processo físico deixará de existir. (mais…)

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social que desenvolveram o E-recursos na sede do CRPS em Brasília (DF). Foto: Nicolas Gomes

O novo sistema de recursos eletrônicos da Previdência Social, o e-Recursos, recebeu da Associação Internacional de Seguridade Social (AISS) o Prêmio de Melhores Práticas – Concurso para as Américas 2012, durante o Fórum de Seguridade Social para a Américas, realizado em Lima, no Peru, no ínicio deste mês. A iniciativa permite que o cidadão que entra com um recurso administrativo contra uma decisão do INSS tenha seu pedido julgado em menos tempo. Desde que a digitalização dos processos começou a ser implantada no país a média de julgamento do Conselho de Recursos da Previdência Social caiu para 45 dias.

O principal objetivo da medida é economizar tempo e dinheiro dos segurados e também da Previdência Social. Até janeiro deste ano, quando o E-Recursos começou a ser implantado, todo o processo de recursos da Previdência era físico e manual, e consequentemente, mais demorado e caro.

No entanto, por meio do e-Recursos toda a tramitação está sendo informatizado e o processo físico deixará de existir. Outra vantagem é que o novo sistema, em breve, também permitirá a solicitação do recurso pela internet, sem necessidade de o segurado se dirigir a uma unidade da Previdência. A previsão é que até junho de 2013 o novo sistema já esteja em funcionamento em todo o país.

CRPS - O Conselho de Recursos da Previdência Social é um órgão colegiado, integrante da estrutura do Ministério da Previdência Social, que funciona como um tribunal administrativo que tem por função básica mediar os conflitos entre os segurados e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O CRPS tem um prazo de 85 dias para julgar definitivamente um processo. No entanto, com a implantação do e-Recursos essa decisão tem sido proferida em um prazo bem menor. (Ana Carolina Melo)

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Tempo de áudio – 36seg

 

LOC/REPÓRTER: O novo sistema de recursos eletrônicos da Previdência Social, o e-Recursos, recebeu da Associação Internacional de Seguridade Social, a AISS, o Prêmio de Melhores Práticas, Concurso para as Américas 2012. A iniciativa permite que o cidadão que entra com um recurso administrativo contra uma decisão do INSS tenha seu pedido julgado em menos tempo. Desde que a digitalização dos processos começou a ser implantada no país, a média de julgamento do Conselho de Recursos da Previdência Social caiu para 45 dias.

De Brasília, Natália Oliveira

A partir desta segunda-feira (29) já estão disponíveis na página da Previdência (www.previdencia.gov.br) na internet as consultas aos processos de recursos eletrônicos iniciados por meio do novo sistema de recursos da Previdência Social, o e-Recursos. Para acessar a nova ferramenta. clique aqui

Só no mês de outubro, foram protocolados 6129 processos por meio do novo sistema. A iniciativa facilita o acesso do cidadão que entra com um recurso administrativo contra uma decisão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), além de agilizar o julgamento de processos na via administrativa. (mais…)

O Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS) conta com mais um instrumento para agilizar a tramitação dos processos iniciados por meio do processo eletrônico da Previdência Social – o e-Recursos. Em uma ação pioneira, o CRPS promoveu nesta quinta-feira (9) a defesa oral de um processo procedente do Rio Grande do Sul por meio de videoconferência. A defesa foi assistida e julgada pela Junta de Recursos de Minas Gerais.

Para a presidente em exercício do CRPS, Maria Cassiana Marques, com a utilização de videoconferências, os processos não precisam mais ser remanejados de um estado para outro. Além disso, o segurado não precisa se deslocar para fazer sua defesa.

A grande vantagem disso é a agilidade na tramitação dos processos administrativos. Antes da implantação do e-Recursos, o CRPS tinha o prazo de 85 dias para julgar um processo. Com o novo sistema, esse prazo caiu para 45 dias. “Grande parte dos processos são julgados em um tempo bem menor, alguns levam até menos do que 20 dias”, afirmou Maria Cassiana Marques. Com a utilização das videoconferências, a expectativa é de que o tempo para julgamento seja ainda menor. (mais…)

O segurado da Previdência Social que tiver seu benefício indeferido e deseje recorrer da decisão poderá ser atendido pelo novo Sistema Operacional de Processo Eletrônico de Recursos da Previdência Social, o e-Recursos, em João Pessoa (PB). O objetivo é facilitar o acesso do cidadão à Previdência Social e agilizar o julgamento de processos na via administrativa o que economizará tempo e dinheiro dos segurados, otimizando o trabalhado dos servidores do INSS em favor da eficiência do serviço público.

O novo sistema substitui o processo físico e manual, contribuindo para a redução de papel, adequando-se ao Programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P). Na Agência Centro da Gerência Executiva do INSS em João Pessoa, onde o sistema já foi implantado,os servidores atestam a satisfação com a implantação da nova ferramenta. (mais…)

O presidente do CRPS, em entrevista à jornalista Ana Carolina Melo, no estúdio da Rádio Web Previdência. Foto: Nicolas Gomes

Em entrevista para a Rádio Previdência, o presidente do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), Manuel Dantas, fala dos avanços nos serviços de recursos e das vantagens para os segurados com o e-Recursos, o novo processo eletrônico de recursos da Previdência Social.

Clique no ícone abaixo e ouça a entrevista.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

LOC/REPÓRTER: Foram julgados nesta terça-feira, 24 de abril, os primeiros processos previdenciários no Distrito Federal cuja tramitação foi realizada por meio do novo processo eletrônico de recursos da Previdência Social, o e-Recursos. A iniciativa facilita o acesso do cidadão à Previdência e agiliza o julgamento de processos na via administrativa. Para falar sobre o assunto eu vou conversar agora com o presidente do CRPS, o Conselho de Recursos da Previdência Social, Manuel Dantas.

(mais…)

Foram julgados nesta terça-feira (24) os primeiros processos do Distrito Federal cuja tramitação foi iniciada por meio do novo processo eletrônico de recursos da Previdência Social, o e-Recursos. Ao todo foram julgados hoje 79 processos na 5° junta do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), que tem sede no Distrito Federal. A iniciativa facilita o acesso do cidadão à Previdência e agiliza o julgamento de processos na via administrativa.

Por meio do novo sistema tanto o processo inicial quanto o de recursos passam a ser digitalizados, o que permite maior rapidez no andamento desses documentos e também economia nos gastos com transporte via malote. Dessa forma, o processo físico deixará de existir. Outra vantagem do e-Recursos é que também permitirá a solicitação do recurso pela internet, sem necessidade de o segurado se dirigir a uma unidade da Previdência Social.

Atualmente, o prazo para que um recurso tenha uma decisão final é de 85 dias, a contar do momento em que o processo chega à Junta de Recursos. Com o e-Recursos, o prazo de tramitação vai diminuir consideravelmente. De acordo com o presidente do CRPS, Manuel Dantas, esse prazo caiu para 27 dias, em média, no estado do Rio Grande do Sul, onde o sistema já foi implantado. Em Brasília, os primeiros processos, iniciados pelo e-Recursos, foram julgados em 30 dias. (mais…)

Manuel de Medeiros Dantas, presidente do CRPS, apresenta o e-Recursos em São Paulo. Agilidade e mais comodidade na solicitação de recursos pelos segurados da Previdência Social. Foto: Carlos Eduardo Pereira de Araújo

O novo presidente do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), Manuel de Medeiros Dantas, está em São Paulo para apresentar o e-Recursos, novo sistema de tramitação de processos eletrônicos de recursos administrativos. Com o sistema, tanto o processo inicial quanto o de recurso passarão a ser digitalizados, o que permitirá maior rapidez no andamento desses documentos e também economia nos gastos com transporte via malote. Outra vantagem do e-Recursos é que o segurado pode solicitar o processo pela internet, sem precisar ir até uma Agência da Previdência Social (APS).

Atualmente, o prazo para que um recurso tenha uma decisão final é de 85 dias, a contar do momento em que o processo chega à Junta de Recursos. Com o novo sistema, o prazo de tramitação vai diminuir consideravelmente. De acordo com o presidente do CRPS, Manuel de Medeiros Dantas, esse prazo caiu para 27 dias, em média, no Estado do Rio Grande do Sul, onde o sistema já foi implantado. Esse tempo é contado desde a data em que o segurado deu entrada eletronicamente no recurso. (mais…)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Os segurados da Previdência Social no Rio Grande do Norte e no Rio Grande do Sul contam com um novo sistema eletrônico de recursos de benefícios, chamado e-Recursos. A ferramenta é muito mais rápida e segura do que o sistema manual. Ao discordar de uma decisão do INSS relativa ao seu pedido de benefícios, o cidadão pode entrar com um recurso administrativo nas Juntas de Recursos da Previdência Social.

Conversamos hoje com o presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild, sobre a implantação dessa nova ferramenta.  (mais…)